Em ‘Unbowed, Unbent, Unbroken’, episódio de Game of Thrones exibido no último domingo, a personagem Sansa Stark é abusada por seu marido, Ramsay Bolton, na adaptação de uma cena que vemos o livro A Dança dos Dragões, de George R. R. Martin. A sequência tem levantado uma série de comentários e discussões.

O público da série e a crítica especializada apontam alguns problemas na adaptação, sendo o principal deles, o fato de que essa é a segunda vez que a personagem de Sansa sofre um abuso que não consta no material de As Crônicas de Gelo e Fogo.

A Entertainment Weekly conversou com Bryan Cogman, roteirista do episódio em outubro passado sobre essa cena (já que a revista visitou os sets de filmagens da série da época). O jornalista James Hibberd perguntou:

Como você pode fazer isso com Sansa?
Bryan: Isto é Game of Thrones. Esta não é uma menina tímida indo para sua noite de núpcias com Joffrey. Esta é uma mulher endurecida fazendo uma escolha e ela vê isso como o caminho para voltar para sua terra natal. Sansa tem uma noite de núpcias, de uma maneira que ela nunca pensou que teria, com um dos monstros da série. É muito intenso e horrível e a personagem terá que lidar com isso.

James Hibberd conta que também perguntou (em outubro) se a cena seria tão sádica como a versão de A Dança dos Dragões de George RR Martin, onde a noiva de Ramsay é Jeyne Poole, que também é abusada sexualmente por Theon quando Ramsay os obriga. Cogman pareceu horrorizado com a idéia:
Bryan:
 Não! Deus, não. Não-não-não-não-não. Não. Não deixa de ser uma forma compartilhada de abuso que eles têm de suportar, Sansa e Theon. Mas essa não é a tortura e humilhação extrema que a cena do livro mostra.

 

Para aqueles que suspeitam que Mindinho poderia ter sabido sobre o sadismo de Ramsay, Baelish definitivamente não sabia da situação. Bryan conta que “a diferença entre o Ramsay Snow dos livros e o da série, é que ele não é um psicopata famoso na série. Ele não é conhecido em toda parte como um psicopata. Então Mindinho não sabe sobre ele. Ele sabe que os Boltons são assustadores, bizarros e não confiáveis, e isso é parte de um plano maior.”

sansa-thrones

 

[Editado: a entrevista com Sophie também foi feita em outubro passado, antes de Sophie gravar a cena deste episódio. Desde então a atriz deu outras entrevistas em relação a cena, não colocando-a de maneira tão positiva]

A atriz Sophie Turner comentou a cena, dizendo que adorou o resultado. No ano passado, a atriz havia comentado que gravar a cena havia sido uma experiência traumática. Alfie Allen e Iwan Rheon também falaram o mesmo, mas não se sabe ainda se eles falam da mesma cena que ela.

EW: Qual foi sua reação quando você recebeu os scripts e percebeu o que estava para acontecer nesta temporada?
Sophie Turner: Na última temporada, o Alex Graves (diretor) me deu algumas pistas. Ele disse: “Você terá um interesse amoroso na próxima temporada.” E eu fiquei animada, “Terei um interesse amoroso!” Então, eu recebo os scripts e estava tão animada, folheando e de repente, “Ah, você está brincando comigo?!” Eu pensei que o interesse amoroso ia ser alguém como Jaime Lannister ou alguém que iria cuidar de mim. Mas então eu descobri que era Ramsay e que estaria de volta em Winterfell. Eu amo o fato de ela estar de volta para casa para recuperar o que é seu. Mas ao mesmo tempo ela está sendo mantida prisioneira em sua própria casa. Quando li os scripts, me senti tão mal por ela. Mas também me senti animada, porque era tão diferente, e ela iria se encontrar com Theon também, e ver como os dois reagiriam. Theon é um membro do clã Stark, mas ela acha que ele traiu e matou seus irmãos. Há uma relação confusa entre eles.

Você está meio que presa com os dois dos personagens mais confusos da série.
Theon é insano. Eu acho que vai ser a temporada mais desafiadora para mim até agora porque isso é muito emocional para ela. Não é ela chorando o tempo todo, como nas temporadas 2 ou 3, é super confuso.

E há a cena descrita na produção como “a cena onde o romance morre.” Noite de núpcias de Sansa no episódio 6.
Quando li essa cena, eu meio que adorei. Eu adoro o jeito como Ramsay fez Theon assistir. Foi tudo tão confuso. Também foi tão difícil para mim fazê-la. Tenho feito o Bryan Cogman se sentir tão mal por escrever essa cena: “Eu não posso acreditar que você está fazendo isso comigo!” Mas eu secretamente adorei.

Eu acho que a reação dos fãs vai ser muito similar: “Como eles puderam fazer isso com Sansa?”
Eu concordo completamente com eles! Depois de Joffrey, ela fugiu e você acha que ela vai perder a virgindade com um cara que é realmente doce e cuida dela e ela acaba com um cara que é muito pior. Mas eu meio que gosto do fato de que ela não sabe realmente que ele é um psicopata, até aquela noite. Ela tem um pressentimento, mas ela sente mais medo do pai dele. E então, naquela noite tudo piora pra car*lho.

Você já leu a versão do livro?
Não. O Theon também faz parte e ou algo assim, né?

Sim.
Sim, graças a Deus isso não aconteceu! Mas será interessante filmar*.
[*nota de tradução: Sansa ainda não havia gravado a cena]

Uma coisa sobre essa cena, se ainda existem odiadores de Sansa por aí, não tem como não se sentir mal por Sansa agora…
Sim, ou existe algo errado com você. Parece que, após a primeira temporada da série, quando as pessoas estavam odiando Sansa, os produtores devem ter pensado, “Ok, vamos fazer tudo que pudermos para fazê-la a personagem mais abusada e manipulada!”

E Ramsay é uma pessoa muito mais difícil de se manipular do que Joffrey.
Sim, porque você não pode se igualar ao nível dele. Ele é insano. Mentalmente quebrado. Não há nenhuma maneira de compreender suas motivações ou seu pensamento. Portanto, nesta temporada ela tentará descobrir suas intenções e tentar agradá-lo.