Jeyne Westerling por Élia Fernandez.

Após o Casamento Vermelho, e o fim do cerco a Correrrio, Jeyne Westerling foi enviada de volta para seu pai. Para evitar notícias de que estivesse grávida de seu marido morto (e, portanto de um herdeiro), Jeyne foi obrigada a permanecer solteira por dois anos e recebeu uma forte escolta de soldados com instruções secretas para matá-la se houvesse qualquer tentativa de sequestrá-la.

Jeyne fora a rainha de Robb Stark, a menina que lhe custara tudo. Com um lobo na barriga, podia ter-se mostrado mais perigosa do que o Peixe Negro.
– JAIME VII, O Festim dos Corvos.

 

A TROCA

Muitos observam que, em um dos capítulos de Catelyn em A Tormenta de Espadas, Jeyne é descrita como tendo quadris largos, enquanto em um capítulo de Jaime Lannister em o Festim dos Corvos, ele a descreve como tendo quadris estreitos.

Em A Tormenta de Espadas, Catelyn faz as seguintes observações sobre Jeyne:

Ela era bonita, inegavelmente, com seus caracóis castanhos e rosto em forma de coração, e aquele sorriso tímido. Esbelta, mas com bons quadris, notou Catelyn. Pelo menos, não deverá encontrar problemas para ter filhos.
– Catelyn II, A Tormenta de Espadas.

.

A garota realmente parecia ter bom coração, como Robb dissera. E boas ancas, o que pode vir a ser mais importante.
– Catelyn III, A Tormenta de Espadas.

Em O Festim dos Corvos, Jaime pensou o seguinte a respeito de Jeyne:

Não parecia perigosa. Jeyne era uma garota esbelta,com não mais que quinze ou dezesseis anos, mais desajeitada do que graciosa. Tinha ancas estreitas, seios do tamanho de maçãs, uma grenha de caracóis castanhos, e os suaves olhos castanhos de uma corça. Bastante bonita para uma criança, decidiu Jaime, mas não é mulher por quem perder um reino.Tinha a cara inchada, e havia uma crosta na sua testa, meio escondida por uma madeixa de cabelo castanho.
– JAIME VII, O Festim dos Corvos.

A partir da diferença entre essas observações, seria possível teorizar a respeito da troca da Jeyne Westerling real por uma impostora após o fim do cerco em Correrio.

Quando Jaime se reúne com Sybell Spicer (a mãe de Jeyne), Jeyne é a única filha presente, levando alguns a acreditar que sua irmã mais nova Elenya Westerling foi substituída por ela. Especula-se que a Jeyne real pode ter permanecido em Correrrio, fingindo ser uma serva ou que ela pode ter escapado com Brynden Tully, o Peixe Negro.

Enquanto Eleyna não é explicitamente mencionada no capítulo de Jaime Lannister, a sua ausência não é notada, apesar de se esperar que três dos filhos de Lady Sybell estivessem lá.

A GRAVIDEZ

Há uma pergunta que tenho de te fazer. Está à espera de um filho dele, senhora?
Jeyne saltou da cadeira e teria fugido da sala se o guarda que se encontrava à porta não a tivesse segurado pelo braço.

— Não está — disse a Senhora Sybell, enquanto a filha lutava para escapar. — Eu assegurei-me disso, como o senhor seu pai me pediu.
– JAIME VII, O Festim dos Corvos.

Segundo as teorias, acredita-se portanto que Jeyne pode ter sido “trocada”, por ela supostamente estar grávida de Robb Stark.

Esta teoria apoia-se em várias pistas ao longo de A Tormenta de Espadas e O Festim dos Corvos. Uma delas é a revelação de que Jeyne estava tomando ervas para aumentar a fertilidade antes de sua despedida de Robb.

Jeyne – chamou-a há algo mais que Robb precisa de você, embora ele próprio talvez não
saiba ainda. Um rei precisa de um herdeiro. A garota sorriu ao ouvir aquilo. – Minha mãe diz o mesmo. Ela faz uma poção para mim, com ervas, leite e cerveja, para ajudar a me tornar fértil. Bebo todas as manhãs. Disse a Robb que tenho certeza de que vou lhe dar gêmeos.

Para que isso seja verdade sua mãe teria que estar envolvida no plano a favor da gravidez de Jeyne, mas isso parece improvável, considerando que suas “poções de fertilidade” eram o contrário e Sybell traiu Robb de acordo com ela mesma.

No entanto, Sybell pode ter traído Robb em favor dos Lannister, mas a despeito de seus esforços é possível que ao saber que Jeyne estava grávida, ela temeu pela vida de sua filha e de seu neto ao nascer, e organizou uma troca para esconder a gravidez da filha. Além disso, Brynden Tully poderia ter fugido com a Jeyne grávida sem a permissão de Sybell e sua família. Assim ela poderia ter mentido para Jaime para garantir que os Westerling não conheceriam a ira dos Lannister.

 

AS POÇÕES

A natureza exata da colaboração de Sybell a serviço dos Lannister ainda é incerta. Teorias implicam que Sybell “empurrou” sua filha para Robb, como um modo de quebrar a aliança de casamento de Robb com os Frey. Assim estes teriam uma razão para se aliar com os Lannister. Como a avó de Sybell “Maggy “era uma maegi, Sybell demonstrou ter conhecimento de ervas, fazendo contraceptivos para Jeyne, e poções do amor estão entre as coisas que os cidadãos de Lanisporto pediam a Maggy de acordo com as recordações de Kevan, é plausível que Sybell também sabia fazer poções do amor e fez com que Robb se apaixonasse por Jeyne enquanto ela estava cuidando de suas feridas.

 

DISCUTINDO AS TEORIAS

Para refutar todas essas teorias a respeito da gravidez e da troca de Jeyne, temos as seguintes suposições.

Sybell está realmente a favor dos Lannister, conspirou contra a gravidez da filha, oferecendo-lhe o chá da lua e impediu-a de engravidar. Após o casamento vermelho, a fim de manter sua aliança com os Lannister, Sybell não teria por que mentir para Jaime e arriscar sua aliança com Lorde Tywin. Mesmo assim, ainda fica uma questão em relação as poções, se a mãe de Jeyne ajudou-a a se tornar a Rainha do Norte através de uma poção feita para Robb, por que ela ajudaria os Lannisters a tomar a coroa de sua filha?

Toda a teoria se baseia em “quadris largos” e “quadris estreitos”. Será que esse não poderia apenas ser um lapso de George. R. R. Martin ao escrever os livros? Por que ele faz questão de comentar sobre os quadris de Jeyne e questionar uma possível gravidez?

O olhar de Jaime para Jeyne seria de um homem avaliando uma mulher que deveria ser bela o suficiente para valer um reino, enquanto Catelyn avalia se a garota seria capaz de lhe dar netos.

Bastante bonita para uma criança, decidiu Jaime, mas não é mulher por quem perder um reino.
– JAIME VII, O Festim dos Corvos.

O olhar avaliador de Jaime e Catelyn poderia ter produzido descuidadamente essa descrição diferente. Ou a intenção de George desde o princípio foi semear a dúvida na cabeça dos leitores? Apesar de ainda não ser de conhecimento público, os leitores sabem que Bran, Rickon, Sansa e Arya estão vivos e podem muito bem se tornar um dos herdeiros de Robb em Winterfell. Até mesmo Jon Snow poderia ser um herdeiro, então qual seria a utilidade de mostrar um herdeiro de Robb após o Casamento Vermelho?

Mesmo assim, sabemos que Bran está aleijado e vivendo muito distante de Winterfell neste momento e dificilmente alguém acreditaria que ele é verdadeiramente Bran Stark se ele aparecesse. Rickon também foi dado como morto (até A Dança dos Dragões) e dentre todos parece ser o único a possivelmente ter condições de assumir a herança. Entre as garotas, Arya dificilmente voltará para clamar por seus direitos, ainda mais sem uma possibilidade de confirmar a sua identidade. Já Sansa, através de um dos esquemas de Mindinho, pode vir a alegar seus direitos sobre Winterfell. Em relação a Jon Snow, sabemos que ele já recusou assumir a Casa Stark através de Stannis, mas o mesmo ainda não recebeu notícias da carta assinada por Robb, o que poderia mudar sua opinião.

Deste modo, a aparição de uma criança, herdeira de Robb (de preferência um menino!) teria realmente alguma utilidade frente ao contexto atual da Casa Stark? Poderia ser esta criança a salvação da linhagem?

O ERRO DE GEORGE R. R. MARTIN

Ao longo dos últimos anos, várias indicações foram feitas de que a discrepância na descrição dos quadris de Jeyne foi um erro acidental do escritor de As Crônicas de Gelo e Fogo:

  • Na Union Square, distribuindo autógrafos em julho de 2011, George R. R. Martin declarou que “os quadris foram um erro, infelizmente”.
  • De acordo com Linda Antonsson do site Westeros.org, “George aparentemente disse às pessoas que este é um erro de continuidade“.
  • As edições atuais de O Festim dos Corvos retiraram por completo a referência aos quadris de Jeyne ao encontrar Jaime, mudando a passagem para “Jeyne era uma menina esbelta, não mais do que quinze ou dezesseis anos, mais desajeitada do que graciosa. Ela tinha seios do tamanho de maçãs, cachos castanhos, e os suaves olhos castanhos de uma corça. Suficientemente bonitos para uma criança […] “.

Colocando os comentários de Martin em perspectiva, e aceitando que as edições dos livros foram atualizadas sem a descrição dos quadris de Jeyne pelo ponto de vista de Jaime, é seguro dizer que é provável que Jeyne Westerling não esteja grávida.

No entanto, apenas os próximos livros responderão esta questão com propriedade.