O post discute a possibilidade da personagem Talisa Maegyr (Oona Chaplin)  criada especialmente para a série de TV no lugar da personagem Jeyne Westerling dos livros – ser na verdade uma espiã a serviço de Tywin Lannister. Essas especulações sobre Talisa existem desde sua apresentação, mas tem ganhado muita força com a proximidade do Casamento Vermelho, que será transmitido no episódio 3.09: “The Rains Of Castamere”.

AVISO: Apesar de tratarem de um personagem visto apenas na série, o texto abaixo, assim como o vídeo acima, contém SPOILERS do livro “A Tormenta de Espadas”. Se sua leitura não estiver em dia, é melhor não prosseguir. Você foi avisado… É sério.

E quem é você, disse o altivo senhor,
pra que a vênia seja profunda?
Apenas um gato com um manto diferente,
essa é a verdade fecunda.
(Trecho da canção “As Chuvas de Castamere”)

Evidências que reforçam a teoria:

  1. A primeira aparição de Talisa na série, foi como uma enfermeira Lannister. (Ela estava amputando a perna de um soldado Lannister ferido em “Garden Of Bones”)
  2. Na segunda temporada, existe uma cena em que Talisa está escrevendo uma carta para alguém, e quando Robb se aproxima ela brinca dizendo que é uma espiã e que estava entregando seus movimentos a Tywin Lannister. Mas pode ser verdade, não? Ela pode ter brincado com isso justamente para despistar o Robb, que a essa altura já estava vidrado por ela. E como diz a frase preferida de Cersei e Yara: Qualquer coisa com um p** pode ser facilmente enganada.
  3. Em um episódio seguinte, Tywin de fato recebe uma carta (que Arya lê) de um espião que está no acampamento de Robb e revela as movimentações de seu exército.
  4. Talisa encoraja ativamente Robb a desistir do seu casamento com Roslin Frey, que é extremamente essencial para a aliança dele com Lorde Walder
  5. Em quase todas as cenas entre Robb e Talisa, o vassalo que teima em deixar eles sozinhos é Roose Bolton, que também trai o jovem lobo nas Gêmeas juntando-se a Tywin Lannister.
  6. Na internet, alguns acreditam que em “Kissed By Fire” era Talisa que estava guiando a mão de Robb sobre o mapa ao invés do contrário, induzindo-o a ter a ideia de atacar Rochedo Casterly com a ajuda dos Freys… Err…
  7.  Sobre a carta escrita em “The Bear and The Maiden Fair”, que Talisa supostamente enviaria para sua mãe, o criador da língua valiriana para a série, David J. Peterson, escreveu em seu blog:

Sobre essa carta, o texto foi escrito pela Cat Taylor (assistente de David e Dan) e traduzida por mim. A cena dela é muito bonita; a produção de arte fez um trabalho incrível! Inicialmente ela seria em grifos valirianos, mas achei que não valia a pena criar um sistema de escrita inteiro para para algo do qual teríamos apenas um vislumbre. Apesar de ter o texto dela (tanto em Inglês quanto em Alto Valiriano, que é a língua em que foi escrita), não acho que devo revelá-lo ainda. Mostrarei quando a temporada acaba pois o fãs tem tido muita criatividade no que diz respeito à Talisa, então acho que isto deve permanecer um mistério por mais algum tempo. Mas não são apenas palavras soltas, isso eu posso garantir.

Talisa pode não ser quem ela afirma:

  1. Quando Talisa é introduzida a Catelyn, ela hesita em revelar seu sobrenome, quase como se estivesse tentado lembrar sua identidade falsa ou pensar em algo ali mesmo. Malaquo Maegyr, como visto em “A Dança dos Dragões”, é um dos Triarcas de Volantis. Por ser um nome volantino conhecido, ela pode ter escolhido ele ali mesmo, no ar.
  2. Nos livros, Malaquo Maegyr é o “tigre” de Volantis. Se você reparar bem, verá que na abertura da série os símbolos que aparecem ao lado do nome da atriz Oona Chaplin, intérprete de Talisa, são dois tigres. Apenas um gato com um manto diferente…
  3. Enquanto Talisa clama ser de um família nobre de Volantis, ela tem pele morena e cabelos negros, enquanto os nobres volantinos geralmente tem características do povo valiriano, como os Targaryen. É claro que, evidentemente, a série da HBO não se importa com esse tipo de coisa, mas também pode ser uma pista…
  4. Vocês acham que uma nobre de Volantis andaria por aí arrancando pernas de soldados feridos em outro continente? Tem alguma coisa na história da Talisa que ela evidentemente está escondendo.
  5. Para uma estrangeira, Talisa parece estranhamente familiar com o Despenhadeiro, sede da Casa Westerling (vassala dos Lannisters) e dos costumes weterosi. A esposa de Robb nos livros, Jeyne, é uma Westerling.
  6. Em uma cena, Tywin briga e expulsa um dos seus primos, Reginald Lannister de Lannisporto, que aparentemente tem uma esposa controladora. Reginald Lannister não aparece nos livros, mas pode ser um substituto para Gawen Westerling (pai de Jeyne, cuja esposa ambiciosa, Sybell Spicer, ajuda a planejar o casamento nas Gêmeas), coisa comum na adaptação da HBO.
  7. [CRACKPOT]: O pai de Tywin, Tytos, cuja queda foi relatada a Arya em Harrenhal, nos livros ficou conhecido por ter se envolvido com uma concubina, que passou a ter controle sobre ele. Essa concubina foi enviada para Essos por Tywin, o que implica que ela pode ter sido de lá. Se Talisa não é uma Westerling, ela pode ser uma parente ilegítima dos Lannisters através dessa união.

Por outro lado, em praticamente todas as entrevistas, Oona fala que sua personagem é genuinamente apaixonada por Robb Stark, e que essa seria a principal diferença entre a personagem dela e a dos livros (como se Jeyne tivesse sido acusada de ser espiã).

Essa, por exemplo, é do site WinterisComing.net, no tapete vermelho da festa de estreia que aconteceu esse ano em L.A.:

Simone Boyce: Qual você acha que será a principal diferença do seu personagem na terceira temporada, comparada ao livro três?

Oona Chaplin: Eu acho que a principal diferença provavelmente é a verdade do que ela sente pelo Robb. Essa mulher apenas o ama, e esse amor cresce profundamente a medida que ela começa a entendê-lo…

Abaixo, trecho de outra entrevista dada a Terri Schwartz do Zap2it:

Terri Schwartz: Essa é a primeira vez que nós temos uma história de amor em Game Of Thrones que não é “contaminada” por mais ninguém.

Oona Chaplin: Eu sei, ela é tão pura. É isso que eu mais amo. Eu acho que o público vai torcer pelo casal, mesmo sabendo das consequências.

É claro que Oona Chaplin é uma atriz e pode estar atuando a mando dos produtores, para nos fazer pensar que nada disso é verdade, assim como eles mandaram o ator Iwan Rheon (Ramsay?) manter silêncio absoluto sobre a identidade do seu personagem.


E então o que vocês acham? A nossa bela Rainha do Norte é ou não uma mulher confiável? Qual será o futuro dela na série? Especulem!

[Fontes: westeros.orgnobodysuspectsthebutterfly.tumblr.com]