Maggy ‘Maegi’ The Frog, por Matt Olson.

Seguindo a série de posts sobre as profecias dos livros, – Parte I, sobre Aegon “Targaryen”, e Parte II, sobre Cara-Malhada – temos aqui outro texto, desta vez detalhando outra profecia que pode mudar  o destino de toda Westeros: a profecia de Maggy.

Também conhecida como Maggy, a ,  ela foi uma feiticeira em Lannisporto durante o reinado de Aerys II, e a bisavó de Jeyne Westerling. Chamada de Maegi, pois ninguém conseguia pronunciar seu verdadeiro nome, ela viera do leste com seu esposo, um mercador de açafrão e pimenta, e era procurada por várias pessoas em Lannisporto para curas e poções.

Uma das várias teorias comentadas pelos leitores diz respeito às profecias que ela fizera sobre a vida de Cersei Lannister, que atormentam esta desde então.

No ano de 276, Cersei Lannister, com dez anos, e suas amigas Jeyne Farman e Melara Hetherspoon, durante um torneio que seu pai organizara, visitaram a tenda de Maggy para saber com quais homens se casariam, e após pagar com seu sangue, fizera três perguntas, cada uma respondida com uma profecia sobre seu futuro, duas das quais ainda não se realizaram.

Quando Cersei perguntara se seria rainha, Maggy dissera:

“Sim (…) Rainha será… até chegar outra, mais nova e mais bela, para derrubar você e roubar tudo aquilo que lhe for querido.”

Isto levou Cersei a tomar Margaery Tyrell como a tal rainha mais nova, mas conhecemos Martin, e sabemos que as repostas nem sempre são tão óbvias.

Por exemplo, como pode-se ver acima, Maggy não disse necessariamente “outra rainha”, mas apenas “outra”, dando possibilidade para que até mesmo não-rainhas possam cumprir a profecia. Portanto, vejamos as personagens que podem exercer tal função:

1.1 Margaery Tyrell

De início, a mais provável. Após a morte de Tywin Lannister, Cersei começara a suspeitar de que ela, e seus vários aliados Tyrell, estivessem tentando tomar controle do reino. Essa suspeita agravara-se quando uma moeda fora encontrada na cela de Rugen, carcereiro de Tyrion Lannister, com a face de Garth Gardener, um antigo Rei da Campina (provavelmente, esta moeda fora plantada por Varys).

A partir de um certo ponto no quarto livro, Cersei decidira enquadrar Margaery por adultério e traição, e acabara seduzindo Osney Kettleblack para que este confessasse ao Alto Septãoque fizera sexo com Margaery. Porém, seu plano falhara quando o Alto Septão, ao descobrir a verdade de Osney, decidiu prendê-la por traição, fornicação e assassinato.

O problema de ser a Margaery é que ela não foi a causadora de todos os problemas ocorridos com a Cersei, mas a própria. Além disso, ela não “roubou” aquilo que era querido pela Rainha Regente, afinal as duas estavam sofrendo igualmente.

Já no quinto livro, viu-se que as situações das duas mudaram completamente; enquanto Margaery ganhara liberdade condicional, por falta de provas contra seus alegados crimes, Cersei permanecera aprisionada e, para ver seu filho novamente, aceitara caminhar através de toda Porto Real nua, e depilada da cabeça aos pés, sob o falso motivo de pagar seus pecados, e demonstrar sua inocência em seus crimes perante os deuses.

Apesar de todos estes casos, no epílogo Cersei é vista feliz, jantando com seu filho Tommen. Embora a situação das duas tenham mudado drasticamente, o problema permanece: se por acaso Robert Forte, campeão de Cersei em seu futuro julgamento, perder a luta, isso significa que, pelos deuses, ela seria culpada de todos seus crimes, incluindo adultério. Com isso, a legitimidade de Tommen como Rei, e de Margaery como Rainha, seria duvidosa, e ambas as rainhas sofreriam com isso.

1.2 Sansa Stark

Descrita várias vezes como uma guria linda, Sansa passou quase doi anos sob a Fortaleza Vermelha, sozinha e rodeada por pessoas que queriam vê-la sofrer, entre estas Cersei e seu filho, Joffrey Baratheon. Após fugir de Porto Real com Petyr Baelish, e permanecer sob a alcunha de sua filha bastarda, Alayne Stone, Sansa começara a perder sua inocência, e a aprender a jogar o jogo dos tronos.

Alayne Stone, por Elia Fernández.

No final do Festim, Alayne descobriu que Petyr planejava casá-la com Harrold Hardyng, um possível herdeiro de Robert Arryn, e revelar sua identidade, se declarando Senhora do Ninho da Águia e de Winterfell, e unindo o Vale e o Norte, e possivelmente as Terras Fluviais, que se ergueriam para defendê-la.

Sansa, com todo este poder em suas mãos, poderia vingar-se da Rainha por tudo que ela fizera a sua família, assim cumprindo a profecia. E ainda poderia, embora pouco provável, proclamar-se Rainha no Norte. Na minha opinião, será ela quem derrubará Cersei.

1.3 Arya Stark

Alguns leitores pensam que Arya, por conseguir mudar sua face, se tornaria mais bela, para então, com suas habilidades de assassina, matar Cersei. Mas como um Homem Sem Rosto não pode executar um contrato cujo alvo é conhecido, para que isso aconteça ela precisaria abandonar sua ocupação, o que parece-me muito improvável, ainda que possível.

1.4 Daenerys Targaryen

Muitas vezes considerada linda, e claramente mais nova que a Cersei (ela possui dezesseis anos; não deixem a série confundir-lhes), Daenerys também é uma candidata à rainha mais nova. O que me leva a pensar que não seja ela é o trecho: “roubar tudo aquilo que lhe for querido”, que demonstra um certo nível de inimizade necessário entre as duas mulheres, além de meros motivos políticos; no entanto, a Daenerys não possui nada contra a Cersei, apenas contra a Rainha Regente; perceberam?

[Spoilers do sexto livro abaixo]

     1.5 Arianne Martell

Vimos no final do Festim que Doran planejara desde o início vingar-se do Usurpador e suas Casas aliadas pela morte de Elia. Também vimos no Dança e no capítulo revelado de The Winds of Winter que Arianne está indo ao encontro de Aegon, para averiguar se é o verdadeiro filho de Rhaegar, e, caso seja, oferecer-se como sua rainha, para então, com o poderio da Companhia Dourada e de Dorne, detronar Tommen e expulsar os Lannister de Porto Real. Isto tudo vai consideravelmente de acordo com a profecia, tornando Arianne uma candidata válida.

2. Valonqar

Após Cersei perguntar se ela e o rei teriam filhos, sua última pergunta, Maggy respondera:

“Oh, sim. Ele dezesseis, e você três. (…) De ouro será sua coroa, e de ouro sua mortalha¹ (…) E quando suas lágrimas a afogar, o valonqar³ enrolará as mãos² em sua pálida garganta branca e a estrangulará até roubar sua vida.”

¹ = Na versão original, esta frase é dada no plural, o que faz mais sentido, pois ela se refere aos três filhos mencionados anteriormente.
² = Enquanto na nossa versão temos “o valonqar” para identificação do sexo masculino, na versão original tem-se “his hands”, demonstrando que, provavelmente, este valonqar é um homem.
³ = Viram que a Maggy disse “o valonqar“? Voltarei a isso abaixo.

Em “De ouro será(ão) sua(s) coroa(s)”, o leitor é induzido a pensar que todos os três filhos serão reis/rainhas. Isto pode ser verdade, afinal, dois já foram coroados, mas também pode ser um jogo de palavras; “coroa” pode significar apenas aquilo que fica sobre suas cabeças; no caso, os cachos dourados de Joffrey, Tommen e Myrcella.

No entanto, o mais intrigante desta profecia é que o valonqar, valiriano para “pequeno irmão”, será a pessoa a matá-la. Mais uma vez, é preciso atenção nos detalhes.

– “pequeno irmão” pode significar tanto quanto “irmão pequeno” quanto “irmão mais novo”;
– Como Cersei nascera antes de Jaime e de Tyrion, ambos servem como valonqar.

Assim, obtemos duas personagens capazes de executar tal ato:

2.1 Tyrion Lannister

Obviamente, a escolha de Cersei. Ela, por achar que seu irmão matara Joffrey, possui um ódio suficiente contra Tyrion para acreditar que ele seja seu valonqar. Porém, Tyrion, apesar de também odiar sua irmã, não ousaria cometer um segundo fratricídio, a não ser que houvesse outro surto de raiva. Além disso, Cersei está à espera de seu julgamento, presa na Fortaleza Vermelha, enquanto Tyrion está na Baía dos Escravos (!), sob contrato de uma companhia mercenária (!!), no meio de uma guerra envolvendo dezenas de milhares de homens (!!!), e dois dragões (!!!!). Para mim, a chance dos dois se reencontrarem é ínfima.

2.2 Jaime Lannister

Cersei e seu possível valonqar, por Rakiah.
“… tem andado a foder Lancel e Osmund Kettleblack, e provavelmente até o Rapaz Lua, tanto quanto sei….”
Essa frase atormentara Jaime durante todo o Festim. E no final do livro, vimos que ele se recusara a atender o chamado de sua irmã para ser seu campeão em seu julgamento por combate, mostrando o quão repugnante sua irmã havia se tornado para ele.

Uma das teorias mais aceitas pelos leitores, com o crescimento do caráter de Jaime, e uma certa perda de sanidade de Cersei, vista em momentos como a queima da Torre da Mão, e sua conspiração contra os Tyrell, é possível que haja um outro momento onde Cersei tente prejudicar a vida de outros, e Jaime seja o único presente para impedi-la, consequentemente matando-a. Seria irônico, pois fora exatamente o que ele fizera com o Rei Aerys II.

Ainda lembram-se do que eu dissera acima, “o valonqar“? Pois bem. A falta de um pronome possessivo na frente de valonqar pode indicar que este não precisa ser, necessariamente, da Cersei, mas também de qualquer um. Então, vamos às novas possibilidades.

2.3 Sandor Clegane

No Capítulo 31 do Festim, Brienne teve uma conversa com o Irmão Mais Velho, na Ilha Quieta. Dentre outros assuntos, foi tratado o destino do Cão de Caça, que é o irmão mais novo de Gregor. Quando Brienne perguntara para onde o Cão havia levado a criança Stark, o Irmão dissera: “Eu não sei onde ela está, ou mesmo se ela vive. Há uma coisa que sei, no entanto. O homem que você busca está morto.”

Logo depois, quando o Irmão explicara tudo o que houvera com Sandor após Arya deixá-lo no Tridente, no terceiro livro, Brienne afirmou que ele estava morto, enquanto o Irmão apenas respondera que “Ele descansou.” Isto levou muitos leitores a pensarem que Sandor Clegane, como pessoa, não morrera, mas somente sua personalidade perversa e criminosa, o Cão de Caça.

Logo após esta conversa, Brienne avistou um coveiro maior do que ela, manco, e novato da Ordem dos monges. Este poderia ser o mesmo Sandor, agora vivendo uma vida calma, renegando tudo o que um dia já fora. Tudo bem, tu podes dizer, mas o que isto tem a ver com a Cersei? Como sabemos, ela enfrentará um julgamento por combate, onde a Fé escolherá seu campeão, enquanto o campeão da Rainha será Robert Forte.

Vocês sabem que o crânio de Gregor, cortado por Qyburn, foi enviado para Lançassolar, certo? E vocês também sabem que Robert Forte foi descrito como alguém que não fala e não mostra a cara, correto? E, em último lugar, sabem que Qyburn fizera experimentos em pessoas vivas e mortas, e por isso fora expelido da Ordem dos Meistres, não é mesmo? Liguem os pontos.

Gregor vs Sandor Clegane. Arte: Tomasz Jedruszek. © Fantasy Flight Games.

Talvez a luta mais desejada entre os fãs, acredita-se que a Fé possa escolher este renovado Sandor como seu campeão, para então derrotar seu antigo irmão e, indiretamente, “roubar a vida” de Cersei.

Não acho provável que algo assim possa acontecer, visto que Sandor perdeu seu espírito lutador, mas confesso que adoraria se tal batalha fosse realizada.

2.4 Stannis Baratheon

Irmão mais novo de Robert Baratheon, Stannis é o único que não precisa de teorias muito complexas para se tornar um possível candidato. Provavelmente, a primeira coisa que ele fará ao chegar em Porto Real é matar a mulher que fizera de seu irmão um tolo durante treze anos. O único problema, é que ele precisaria passar por todos seus inimigos até chegar lá, o que significa, praticamente, Westeros inteira.

Para validar a próxima teoria, é preciso citar uma fala do Meistre Aemon, a bordo do Vento Canela:
“Ninguém nunca pensou em uma garota, disse ele. Foi um príncipe que nos prometeram, não uma princesa. Rhaegar, eu pensei… a fumaça era do fogo que devorou o Salão de Verão no dia de seu nascimento, o sal das lágrimas derramadas por aqueles que morreram. Ele compartilhou minha crença quando era jovem, porém depois ele se convenceu de que a profecia se cumpriria em seu filho, pois um cometa foi visto sobre Porto Real no dia do nascimento de Aegon, e Rhaegar estava seguro de que a estrela sangrenta havia de ser um cometa. Quão estúpidos fomos! Nos achávamos tão sábios. O erro veio da tradução. Os dragões não são machos nem fêmeas. Eles são agora um e agora o outro, tão mutáveis como as chamas. A linguagem nos enganou por mil anos.”

Aemon referiu-se aqui à profecia do Príncipe Que Foi Prometido. Como podem ver, ele disse que a palavra em valiriano correspondente a “Príncipe” também serve como “Princesa”. Com essa informação em mãos, certos fãs acreditam, sem nenhuma evidência, que a palavra “valonqar”, assim como corresponde a “irmão”, também pode servir como “irmã”. Com isso, apresento-lhes:

2.5 Arya Stark

Se já era difícil que Arya fosse a “rainha mais nova”, ser o valonqar é quase impossível. Além de todas as dificuldades citadas em 1.3, é preciso acreditar nas palavras de um velho, à beira da morte, sobre um termo, e então estabelecer uma relação com um outro termo, totalmente diferente.

Depois de Arya, tu podes tomar todas as outras mulheres do item 1 como valonqares, pois todas são irmãs de primogênitos, adicionando este nível de improbabilidade.

3. A morte de Melara

Melara, que também havia pago com seu sangue, mesmo tendo ouvido tudo o que foi dito sobre o futuro de Cersei, resolvera fazer as suas três questões, sendo a primeira:

“Vou me casar com Jaime?”

Para a qual, Maggy respondera (atenção para o trecho sublinhado):

“Não Jaime, nem qualquer outro homem. Vermes terão sua virgindade. Sua morte está aqui esta noite. Pode cheirar seu hálito? Está bem perto”.

Após Cersei ouvir isso, ela jogara um pote de poção, que estava na mesa da Maegi, nos olhos da velha. Enquanto as meninas fugiam da tenda, ela as amaldiçoara, em uma língua estrangeira.

Melara, então com onze anos, era saudável como um cavalo pequeno, e estava segura dentro de Rochedo Casterly. Mesmo assim, isso tudo não foi capaz de impedir a sua morte, e logo caiu em um poço e afogou-se. Ou seja, além de prever os filhos de Cersei, e os bastardos de Robert, Maggy também foi capaz de prever a repentina morte de Melara.

Um fato interessante: apesar do texto dar uma ideia de tempo, ele também pode passar uma ideia de lugar. Acima disso, a noção de que a morte possa ter hálito, junto de outras passagens do quarto livro, sugerem que Melara fora morta por Cersei, e que Maggy apenas dissera que a pessoa que a mataria estava no mesmo recinto.

Ao conversar com Taena Merryweather, Cersei pensou:
“Mas ela não ficou lá muito silenciosa no poço. Gritou e guinchou.”

Isso não é um pensamento que uma amiga possa ter sobre o momento de morte de outra amiga, certo? Mas porque Cersei cometeria tal ato? Após outra rápida conversa com Taena:

“Mais tarde, depois de serem separados, tivera uma série de companheiras de cama, a maioria garotas de sua idade, as filhas dos cavaleiros domésticos ou vassalos do pai. Nenhuma lhe agradara, e poucas duraram algum tempo. Serpentezinhas, todas elas. Criaturas insípidas choronas, sempre contando histórias e tentando se intrometer entre mim e Jaime.”

Talvez por ciúme de Jaime.

Ao relembrar a pergunta de Melara:
“Sua garota estúpida, pensou a Rainha, ainda hoje zangada. Jaime nem sequer sabia que você existia.”

E quando refletiu sobre a Senhora Merryweather:

“Cersei não tinha uma amiga que apreciasse tanto desde Melara Hetherspoon, e Melara revelara-se uma conspiradorazinha ambiciosa com ideias superiores à sua condição. Não devia pensar mal dela. Está morta e afogada, e me ensinou a nunca confiar em ninguém, a não ser em Jaime.”

Cersei, ao meu ver, atirou Melara para o fundo do poço pois ela, sua melhor e, sob o ponto de vista dela, falsa amiga, estava apaixonada por seu irmão. Infelizmente, ela acabou tornando a profecia em realidade, e talvez seja por isso que possui tanto medo da sua própria profecia: pois sabe, comprovadamente, que ela irá acontecer.

Quem vocês acham que serão a tal rainha e o valonqar? A profecia é literal, ou apenas metafórica? Quando será concretizada? Deixem suas opiniões nos comentários abaixo. ~~~<3