Tyrek, membro da Casa Lannister, é um garoto de 13 anos que desaparece durante os eventos do Tumulto de Porto Real, como narrados no livro A Fúria dos Reis, na partida de Myrcella Baratheon para Dorne.

Apesar do personagem ter desaparecido no livro, George R. R. Martin continuou a citá-lo, fazendo o leitor lembrar-se de seu desaparecimento várias vezes em livros subsequentes.

Cena do tumulto em Porto Real no episódio 2.06 ‘The Old Gods and the New’.

Veja o artigo de Tyrek Lannister na Wiki

Tyrek não é o personagem mais conhecido da família Lannister. Ele é filho de Tygett Lannister e Darlessa Marbrand, marido de Ermesande Hayford. Belo, magro, com cabelos longos, encaracolados e dourados como um Lannister. Tyrek era escudeiro de Robert Baratheon (juntamente com Lancel Lannister).

Iremos analisar três dos poucos fragmentos dos livros que se referem a ele. No primeiro fica claro que Tywin Lannister, por uma razão ou outra, tem interesse em encontrar o sobrinho (vivo ou morto). No segundo, vemos uma rápida conversa entre Tywin e Varys presenciada por Tyrion. No terceiro fragmento, e o mais interessante, Jaime reflete sobre o possível papel de Varys em seu desaparecimento.

Fragmento de um capítulo de Tyrion de A Tormenta de Espadas (página 53):

Lorde Tywin acha que quatro mil e quatrocentos guardas são mais do que suficiente para encontrar um escudeiro perdido, mas seu primo Tyrek continua desaparecido.

Tyrek era filho do falecido tio Tygett, um rapaz de treze anos. Desaparecera no tumulto, não muito tempo depois de se casar com a Senhora Ermesande, um bebê de peito que calhava ser a última herdeira sobrevivente da Casa Hayford. E provavelmente a primeira noiva na história dos Sete Reinos a enviuvar antes de ser desmamada.

– Também não fui capaz de encontrá-lo – confessou Tyrion.

– Ele está servindo de comida aos vermes – disse Bronn com seu tato habitual. – O Mão de Ferro andou à procura dele, e o eunuco chacoalhou uma boa bolsa gorda. Não tiveram mais sorte do que nós. Desisti, Sor.

Sor Addam olhou o mercenário com desagrado.

– Lorde Tywin é teimoso no que concerne ao seu sangue. Quer o rapaz, vivo ou morto, e eu pretendo fazer sua vontade.

Fragmento de um capítulo de Tyrion de A Tormenta de Espadas (página 211):

[Tywin Lannister]: Seus informantes terão por acaso encontrado algum rastro do filho de meu irmão?

[Varys]: Infelizmente, nosso bem-amado Tyrek desapareceu por completo, pobre e bravo rapaz.

[Tyrion pensando]: Varys parecia perto de rebentar em lágrimas.

Fragmento de um capítulo de Jaime de O Festim dos Corvos (páginas 361 e 362):

A senhora do castelo era uma Lannister por casamento, um bebê rechonchudo que foi casado com Tyrek, primo de Jaime, antes de completar um ano. A Senhora Ermesande foi trazida para a aprovação do grupo, como era próprio, toda enrolada num pequeno vestido de pano de ouro com o fretado e a pala ondeada verde da Casa Hayford desenhados com minúsculas contas de jade. Mas a menina logo começou a chorar, depois do que foi rapidamente enxotada para a cama pela ama de leite.

– Não houve notícias de nosso Senhor Tyrek? – perguntou seu castelão enquanto era servido um prato de truta.

– Nenhuma – Tyrek Lannister desaparecera durante os tumultos em Porto Real, enquanto Jaime estava cativo em Correrrio. O rapaz teria catorze anos àquela altura, assumindo-se que ainda estivesse vivo.

– Eu mesmo liderei uma busca, por ordens de Lorde Tywin – interveio Addam Marbrand enquanto tirava as espinhas de seu peixe –, mas não descobri mais do que o Bywater antes de mim. O rapaz foi visto pela última vez a cavalo, quando a força da turba quebrou a formação de homens de manto dourado. Depois disso… Bem, sua montaria foi encontrada, mas o cavaleiro não. O mais provável é terem-no derrubado e matado. Mas, se foi assim, onde está o corpo? A multidão deixou os outros cadáveres no local, por que não o dele?

– Ele teria sido mais valioso vivo – sugeriu Varrão Forte. – Qualquer Lannister traria um robusto resgate.

– Sem dúvida – concordou Marbrand –, e no entanto nunca houve um pedido de resgate. O rapaz simplesmente desapareceu.

– O rapaz está morto – Jaime bebera três taças de vinho e sua mão dourada parecia se tornar mais pesada e desajeitada a olhos vistos. Um gancho me serviria igualmente bem.

– Se se deram conta de quem mataram, sem dúvida que atiraram o corpo ao rio com medo da ira de meu pai. Em Porto Real conhecem o sabor que ela tinha. Lorde Tywin sempre pagou suas dívidas.

– Sempre – Varrão Forte concordou, e isso foi o fim da conversa.

Mas, mais tarde, sozinho no quarto de torre que lhe fora oferecido para a noite, Jaime deu por si com dúvidas. Tyrek servira o Rei Robert como escudeiro, ao lado de Lancel. O conhecimento podia ser mais valioso do que o ouro, mais mortífero do que um punhal. Foi em Varys que pensou então, sorrindo e cheirando a lavanda. O eunuco tinha agentes e informantes por toda a cidade. Seria coisa simples arranjar as coisas de forma que Tyrek fosse capturado durante a confusão… desde que soubesse de antemão que era provável que a turba entrasse em tumulto. E Varys sabia de tudo, ou pelo menos era isso que gostava de nos fazer acreditar. Mas não deu nenhum aviso a Cersei sobre esse tumulto. Nem desceu aos navios para se despedir de Myrcella.

 

Onde estará Tyrek Lannister?

O que aconteceu com ele no dia do tumulto em Porto Real contra Joffrey? Foi assassinado pela multidão, como inicialmente acreditava Jaime? Ou ele está com mais razão no segundo palpite ao acreditar que Tyrek está nas mãos de Varys? Ou será que ele simplesmente viu uma opção de escapar e está foragido por aí?

Bem, parece certo que não é o último. Mas e sobre os outros dois palpites? É uma possibilidade real de que a massa com raiva tenha acabado com ele, e ao descobrir que ele era (ou melhor, de quem ele era parente), decidiu jogá-lo no fundo do rio Água negra. Eles poderiam até mesmo ter confundido ele com Joffrey. Tyrek tinha 13 anos, era loiro e escudeiro do Rei Robert. E infelizmente (para ele), foi certamente visto mais vezes na companhia do Rei Robert do que o próprio Joffrey. E uma vez que o tumulto se desencadeou e Joffrey estava a salvo, um jovem loiro com medo vestindo o vermelho e dourado dos Lannister poderia ser facilmente confundido com o rei ou simplesmente ser alvo da raiva do povo contra contra a família. Especialmente se estavam loucos de raiva e desgosto e ainda desesperados de fome.

Também é possível que ele tenha sido sequestrado. Afinal, o sobrinho de um dos homens mais ricos do mundo seria um refém valioso. Um tio que também é conhecido por destruir as famílias que lhe faltem com respeito. Tywin não só castiga. Ele destrói a família inteira e sua casa como um aviso. O que nos leva a Varys e a teoria mais interessante, e diabólica.

Um leão na Teia da Aranha

Varys, por Antonio J. Manzanedo

É óbvio que existem boas razões para suspeitar de Varys. Jaime menciona a estranha coincidência de Varys não estar na despedida de Myrcella mesmo sendo um membro do Conselho Real. Lembre-se, isso não significa que Varys foi responsável pelos tumultos, mas pode ter permitido que isso acontecesse, e como sempre faz, poderia ter usado isso para sua própria vantagem.

Claro, a primeira pergunta é: E por ter Tyrek ? Certamente um primo do principal ramo da familía Lannister não é um alvo tão tentador para Varys, certo? Mas, mais uma vez você tem que concordar com Jaime. O conhecimento é mais útil para Varys do que uma recompensa econômica. Como escudeiro do Rei Robert junto com Lancel Lannister, ele teria pelo menos um testemunho valioso.

Mas pode haver outra razão?

A ideia de que Varys o tenha levado por conta de seus direitos a Rochedo Casterly pode parecer um absurdo a priori. Afinal, Tygett (pai de Tyrek) é o terceiro filho de Tytos Lannister, antes de Tyrek estarão todos os descendentes de seus tios Tywin e Kevan. Isso significa que Jaime, Tyrion, Cersei, Tommen, Myrcella, Kevan, Lancel, Willem e Martyn estão na frente dele na linha de sucessão. Mas vamos olhar para a situação:

🔸 Jaime não pode herdar qualquer coisa como pertencente da Guarda Real .
🔸 Tyrion é um condenado regicida, patricida e fugitivo.
🔸 Cersei não parece que vá ter uma vida muito longa.
🔸 Tommem é o rei.
🔸 Kevan está morto (pelas mãos do próprio Varys, é bom lembrar) .
🔸 Lancel renunciou a todos os direitos para se juntar aos Filhos do Guerreiro.
🔸 Willem está tão morto quanto seu pai, graças a Rickard Karstark.
🔸 Martyn, o gêmeo de Willem, virou o resultado de uma troca de prisioneiros, e a última coisa que sabemos dele é que estava a caminho do Dente Dourado, escoltado por Rolph Spicer, o irmão traiçoeiro de Sybelle, a também traiçoeira mãe de Jeyne Westerling.

Rochedo Casterly, por Andrew Ryan

Como se vê Tyrek está há apenas duas mortes (Myrcella e Martyn) de herdar Rochedo Casterly e se tornar um dos grandes senhores de Westeros. Sendo que uma destas (Myrcella) tem a morte prevista pela profecia de Maggy, a rã, dada a Cersei (em tradução livre: “você terá três filhos, de ouro serão suas coroas, e de ouro serão suas mortalhas”). E a outra só depende do quão suscetível a ouro Rolph Spicer pode ser (e ele já provou que é muito).

Esse tipo de situação é algo que pode ser interessante, por exemplo, para alguém que queira reivindicar seu trono de direito, como um certo Aegon Targaryen, que Varys apoia.

Complicações para Varys ?

Mas como Varys poderia saber que Tyrion seria preso? Ou que Cersei faria coisas inimagináveis como rearmar a fé? Ou que Lancel abdicaria de sua herança e que Rickard Karstark mataria uma criança (Willem)? Como foi dito, duvidamos que Varys tinha todos esses eventos em mente. Mesmo Varys não sabe de tudo. Não é um mago, como ele mesmo diz. E apesar de um herdeiro em potencial de uma casa possivelmente ser uma ferramenta interessante, dificilmente se pode imaginar que Varys correria o risco de tê-lo por perto.

Lembre-se, Tyrek desaparece na metade de A Fúria dos Reis (livro dois), enquanto Willem só é mencionado e morto em A Tormenta de Espadas (livro três). Lancel se torna um Filho do Guerreiro Apenas em O Festim dos Corvos (livro quatro). Isso é quase um ano mais tarde, para que Varys visse essa possibilidade dar frutos. Sim, ele poderia manipular Lancel durante esse tempo, plantando as sementes de seu arrependimento e incentivando a sua entrada em uma vida piedosa . Sim, também fez parte da acusação de regicídio de Tyrion. Ele pessoalmente assassinou Kevan e quem sabe o que ele não pode ter feito por trás dos panos para deixar Cersei mais e mais paranoica. Mas como ele poderia saber que Willem seria assassinado no acampamento de Robb? E quando Tyrion se junta ao seu lado pelos Targaryen, no final de A Tormenta de Espadas, porque seu primeiro movimento não foi “dispensar” Tyrek (ao invés de atacar Kevan)?

Bom, um novo pensamento precisa ser levado em consideração. A situação atual, possivelmente, é um reflexo do plano original de Varys com Aegon. Trazer Viserys (agora Tyrion) para que ele tenha de volta o que lhe pertence por direito. E quando este tornar-se extremamente impopular (lembre-se da facilidade com que Tyrion foi hostilizado pelo povo de Porto Real mesmo tendo sido o único que fez alguma coisa por aquelas pessoas), traga um novo herdeiro jovem (Aegon e Tyrek) e lhe dê o poder com o apoio do povo (e uma boa dose de síndrome de Estocolmo, no caso de Tyrek – talvez Varys não tenha aparecido na despedida de Myrcella para que, criada a situação certa de perigo ele mesmo parecesse o “salvador” de Tyrek).

Influência cresce como uma erva daninha

Um fato interessante é que aparentemente o personagem de Tyrek Lannister foi excluído na série da HBO.

E então? Agora que vocês já sabem quem é Tyrek Lannister, o que acham que pode ter acontecido com ele? E o que ainda vai acontecer com ele?


Artigo traduzido e adaptado de Los Siete Reinos.